skip to Main Content

Depois de ter conquistado o email, qual a melhor opção para otimizar a conversão em leads ou em vendas. 

O que é o Marketing Automation?

É o email marketing, mas já com todos os emails pré concebidos. Os emails são despoletados (triggers) de acordo com o comportamento do subscritor, pode haver uma sequência de emails, pode-se definir o espaço temporal quando os emails são enviados.

 

Na normal campanha de emailing, tem-se o trabalho de fazer uma campanha, e depois esse email nunca mais é aproveitado. No automation, prevem-se jornadas do subscritor, e a regra é otimizar os emails.Ricardo Godinho da Good Intelligence

 

email markting

Quais são triggers que fazem despoletar a automação?

Nem todas as plataformas têm os mesmos triggers. Um dos que achamos relevante é a possibilidade de saber que o subscritor visitou o website, nem todas as plataformas têm essa funcionalidade.

Lista de triggers:

  • Temporal: quando se passou algum tempo depois da subscrição ou outro evento,  envia email. Pode ser definido o imediato, segundos, dias.
  • Ato de Subscrição:  podem ser despoletados os emails como de agradecimento, de confirmação de email. O mesmo para quem sai da lista.
  • Abriu ou não abriu email de campanha: sabendo desse comportamento, pode enviar um novo email.
  • Clicou num dos links do email.
  • Abandonou o carrinho de compra.
  • Visitou uma página do website, ou viu determinado produto ou serviço.
  • Atingiu um determinado score de comportamento.

 

configurar campanha marketing automation

Quais são os mails automáticos que se pode fazer?

Cada automação deve obedecer a uma estratégia e intenção,  ser acompanhada e optimizada, e ter objectivos definidos.

Algun exemplos de automation :

  • contato no ecommerce, quando abandonou o carrinho, o auto envia um (ou mais) emails a avisar que está pendente;
  • contato visitou uma página do serviço A, e ficou lá 2 minutos, envia um email com o contato da pessoa que trata dos serviços A e as vantagens;
  • contato não abriu email, reenviar segundo email com outro assunto;
  • contato não visita o website à mais de 2 meses, enviar email a propor um desconto de 10%;

Ajudar a Escolher

Uma visão completa do que é necessário considerar.

Qual a melhor plataforma de marketing automation?

A escolha não depende apenas da plataforma per si. Depende da estratégia e alinhamento do marketing, de quem faz os conteúdos, de quem analisa  os resultados, da  integração com o CRM e a gestão comercial, das capacidades da empresa.

 

Aquelas que se sobressaem são a Hubspot e a Marketo: 

comparacao de marketing automation

Esta comparação é retirada a partir da https://www.g2crowd.com/categories/marketing-automation. Existem outros comparadores de marketing automation como Capterra.

 

Mas existem Preços da Plataforma, Gestão e curva de aprendizagem

As plataformas de referência, como a Marketo e Hubspot, podem rondar nos milhares de euros mensais. Existem plataformas que fazem o mesmo que quer fazer por muito menos.

Pense bem na quantidade de contactos que tem, como o seu mercado e base de dados irá reagir, quem define as automations, quem os vai escrever.

 

Neste momento estamos a trabalhar com a Sendinblue

Não é a melhor, mas de acordo com as nossas capacidades, e as suas excelentes funcionalidade, é o que escolhemos. Pesou muita a entregabilidade, o SMTP.

 

Qual as alternativas maravilha

As ferramentas do Egoi e do Mailchimp, estão a ficar cada vez mais fantásticas, e por isso são sempre consideradas no caso de sistemas de marketing mais simples. A integração com o CMS é relevante. Por exemplo o Egoi já possui integradores com o ecommerce do Magento.

 

Qual a taxa de abertura e de cliques esperada

No emailing normal a taxa de sucesso de emailing esperada depende de vários fatores, como região, hora, mercado alvo, tipo de subscrição, relevancia histórica dos artigos.

No marketing automation, os indicadores de emailing normal são secundários, o sucesso é medido contra os objetivos definidos.

COMO PODEMOS AJUDAR

Como especialistas de marketing digital baseado em web analytics. A primeira abordagem é analisar o trafego e as bases de dados do cliente.  A segunda abordagem, usando o web analytics, é estudar a jornada do cliente.

Assim, o nosso trabalho consiste:

Análise do tráfego e das bases de dados
Análise das bases de contactos e do mercado
Proposta de plataforma de automation adequada à estrutura comercial e marketing
Definição dos automations
Implementação do marketing automation
Testes numa amostra de emails
Lançamento Global

Troque o Emaling pelo Automation!

Back To Top