skip to Main Content

O Google Analytics é a ferramenta mais recomendada para medir o desempenho do marketing digital.

O website √© a pe√ßa central do marketing digital, e o analytics √© a b√ļssola de orienta√ß√£o.

google analytics

Index

  1. Otimização do Marketing Digital
  2. Quais as resistências
  3. Como começar
  4. Implementação Técnica
  5. Quem s√£o os utilizadores
  6. Dia a dia do Google Analytics
  7. Quanto é que custa

PLANO DE WEB ANALYTICS

#1 - Otimização do Marketing Digital

O GA é a compreensão para se decidir o que fazer. Implica a melhoria continua.

Toda a compreens√£o est√° organizada nestes blocos principais indicados na imagem.

 

Assim de acordo com os dados recolhidos, os relat√≥rios desses blocos permitem fazer otimiza√ß√Ķes, pequenos exemplos:

função do google analytics

AUDIÊNCIA Рquem visita o website

Conhecer quem é que está a visitar o seu website, idades, região, sexo, tecnologia e muito mais. Imagine que tem poucos visitantes femininos, pode-se colocar produtos mais adequados(?):

AQUISIÇÃO Рcomo chegam ao website

De onde v√™m os visitantes para o seu website, se procura saber o resultado das redes sociais, ent√£o deve estar vigilante e melhorar ou aumentar os conte√ļdos do social, para aumentar os visitantes desta origem:

COMPORTAMENTO – o que andam a fazer no website

Como se comportam os visitantes quando chegam ao website. Melhorar a estrutura de navegação para quem procura o produto A, e acaba por apenas ver um video.

CONVERSÃO Рo está a resultar

Melhorar as taxas de convers√£o, ou seja, fazer os clientes comprarem mais numa loja de ecommerce, ou subscrever mais no emailing, ou estabelecer contactos.

Este é o motor dos analistas.

Desde da mudança do tamanho do botão, até à alteração da proposta de valor, normalmente existe muito por otimizar.

#2 - Resistências "ao" Google Analytics

#2.1 Quando a empresa n√£o est√° preparada.

O google analytics não é uma ferramenta de controlo, mas sim de melhoria continua.

O Google Analytics pressup√Ķe que se possa mudar o website, fazer SEO, marketing de afiliados, t√°cticas de convers√£o,…, numa cultura de empresa altamente autocr√°tica ou sem dinamismo, √© dif√≠cil aproveitar o potencial que as informa√ß√Ķes oferecem.

 

#2.2 A programação do website resistente.

Existem muitos exemplos que impedem a colaboração do programador:

  • os programadores com agenda cheia,
  • proteccionismo para esconderem as suas asneiras,
  • proteccionismo para “n√£o mexerem na sua obra”;
  • programadores que t√™m custos elevados,
  • j√° perderam controlo do website,
Projecto Google Analytics
Projecto curto: https://criadeck.com.br/

Fui contratado para fazer o web analytics deste website. Pouco depois verificou-se que o propriet√°rio n√£o tinha flexibilidade para fazer as altera√ß√Ķes.

Apenas foi possível uma configuração na consola do GA.

#3 - Como começar com o Google Analytics

GA regista determinada métrica a partir do momento que ela for configurada. O seu histórico, errado ou certo, irá manter-se tal como está desde do inicio até à sua vigência.

 

√Č importante come√ßar desde de logo com dados certos, sob pena de mais tarde n√£o ter hist√≥rico compar√°vel.Ricardo Godinho da Good Intelligence

Como é que organizo a implementação do Google Analytics

O GA é como um diamante que tem quer ser delapidado, se o não configurar não tem valor, apenas potencial.

 

#3.1 Primeira camada de implementação

Existe uma primeira configura√ß√£o b√°sica, onde os dados s√£o extra√≠dos sem “contamina√ß√£o”, faz-se limpeza de spam e bots, liga√ß√Ķes a outras plataformas, re-configura√ß√£o dos erros da google, etc…

configuração google analytics

Oferta na reunião de apresentação >>

 

#3.2 Compreender para um plano com sentido

Como analista, é feita uma apreciação para efeitos de abordagem do plano de medição, de acordo com:

  • como o marketing est√° organizado,
  • benchmarking,
  • boas pr√°ticas,
  • dimens√£o da empresa;
  • concorr√™ncia;
  • tr√°fego potencial;
  • gest√£o.

A medição do desempenho do marketing do website depende de vários factores.

 

#3.3 Planear e configuração completa

Enquanto no ponto anterior, se extrai informação, aqui existe uma discussão para combinar os objectivos com os recursos e o conhecimento adquirido.

Qualquer uma das situa√ß√Ķes, simples ou complexa, abrange a defini√ß√£o dos objectivos e o plano de medi√ß√£o.

Planear à volta das 4 fases do marketing digital

Tal como os principais blocos de relatórios, o google analytics deve ser direcionado para medir e permitir as análises relevantes, exemplos:

  • AQUISI√á√ÉO -> sendo o seu mercado Portugal, filtrar os dados para a regi√£o. Como traz tr√°fego para o website, SEO, Social, Affilliate, refer√™ncias…como agrupar esses dados?
  • COMPORTAMENTO\ ATIVAR -> depois dos visitantes chegarem pela primeira vez, como vai atrair subscri√ß√Ķes, registos, ofertas,… de maneira a ficar com o seu contacto, como medir estas t√°ticas.
  • COMPORTAMENTO \ RETER -> j√° tem a rela√ß√£o com o contacto (ainda n√£o √© cliente), como √© que vai manter o interesse activo at√© ao dia da compra? emailing, social interaction, webinars. E medir desempenho, baixar o bounce rate.
  • CONVERTER -> os dois passos anteriores tamb√©m se chamam convers√Ķes, mas tamb√©m deve incluir as vendas de ecommerce, marca√ß√Ķes de reuni√Ķes, chamadas telef√≥nicas….e medir o desempenho das t√°cticas.

#3.4 Execução

O planeamento é uma das fazes do PDCA:

PDCA E Google Analytics

A base da utilidade do Google Analytics é o modelo de gestão PDCA:

  • Planear
  • Fazer (Do)
  • Analisar (Check)
  • Agir

 

 

Exemplo de um ciclo PDCA do Google Analytics:

  • Planeou uma subscri√ß√£o de newsletter, ela tem design X,¬† oferece ao visitante Y, est√° localizada em todas as p√°ginas no rodap√©;
  • Posteriormente, ter√° que inserir esse formul√°rio de subscri√ß√£o, assim como o sistema de medi√ß√£o;
  • Passado algum tempo, teve apenas 0,2% de subscri√ß√Ķes no tr√°fego alvo, o que n√£o √© animador, o analista refere a oferta √© demasiada gen√©rica para a diversidade de inten√ß√Ķes dos visitantes;
  • Para que as subscri√ß√Ķes estejam de acordo o interesse dos visitantes, fizeram-se 5 tipos de subscri√ß√£o de acordo com os segmentos de mercado, nas respectivas p√°ginas web.

Ent√£o comece por Planear o website

O planeamento implica a aceitação e o conhecimento das fases do marketing, da compreensão que a maior parte dos visitantes não compra logo, que existe um funil de compras, que é necessário conhecer o mercado.

Exemplo de t√°cticas para cada fase marketing no website:

  • Trazer visitantes -> SEO;
  • Tem credibilidade -> Prova social;
  • Ficar com contacto -> Download de demo;
  • Voltar a cativar o contacto -> Emailing com link para website;
  • Demonstrar que tem valor -> Proposta √önica de Valor;
  • Fazer do contacto lead -> Oferta de oportuniade.

… s√£o dezenas de t√°ticas, e t√™m que ser ajustadas de acordo com o seu mercado espec√≠fico de acordo com o posicionamento da sua empresa.

#4 - Configuração Técnica do Google Analytics

Depois da configuração básica na consola do Google Analytics e do planeamento estabelecido e acordado, vamos acrescentar alguns elementos que permitem técnicamente a medição.

 

#4.1 Preferência pelo Google Tag Manager

Esta é a forma como os Pros do Web Analytics, preferem que o código do google analytics seja inserido no website. Com o GTM é permitida uma maior customização na extração da informação, bem como inserir outras plataformas de analytics.

consola google analytics
codigo google analytics no website

#4.2 Configuração completa das consolas Google Analytics e Tag Manager

De um lado √© necess√°rio configurar correctamente as defini√ß√Ķes, de modo a que se extraia a informa√ß√£o pretendida.

 

#4.3 Implementação dos códigos correctos no website

Embora, por exemplo no wordpress possam existir plugins que j√° resolvem as quest√Ķes de c√≥digo, √© comum pedir ao programador acrescentar mais algum c√≥digo.

plugin wordpress google tag manager
plugin magento google tag manager

#4.4 Preparação dos relatórios, segmentos, dashboards customizados

Existem v√°rios tipos de relat√≥rios, para profissionais diferentes da empresa, desde do programador para o designer. Quais os alertas, quais as periodicidades, a quem partilhar, qual o design… s√£o muitas das perguntas.

 

#4.5 Verificação dos dados

Fazer testes, saber se estamos a extrair os dados correctos. T√©cnicamente, usa-se o debuging, tamb√©m existem extens√Ķes que permitem verificar, o pr√≥prio relat√≥rio “tempo real”, tamb√©m serve para testar.

Quanto melhor a informação, maior a precisão da decisão.

#5 - Quem s√£o os utilizadores do Google Analytics

O analista far√° o seu trabalho, no sentido a obter os dados correctos, a providenciar a informa√ß√£o para todos os stackholders de acordo com as suas fun√ß√Ķes, bem como otimizar o website para converter em clientes.

Todos os stackeholders, que têm intervenção ou controlam o marketing, serão consumidores da informação do Google Analytics.

O gestor máximo, tal como o diretor de marketing, hão-de querer relatórios numa prespectiva geral e de ROI.

Já os profissionais, querem o GA para melhorar as suas atividades, de modo a elas se tornarem cada vez mais relevantes para o negócio:

gestao do marketing digital

Exemplos:

  • Webmaster -> pode querer saber a rapidez do website, ou se existem erros.
  • Gestor SEO -> quer saber o resultado das suas iniciativas (trafego origem google)
  • Gestor de redes sociais -> tamb√©m quer saber o resultado do tr√°fego do social.
  • Copywriter -> querem se os seus textos s√£o lidos at√© ao fim, se representam benef√≠cios.
90% dos Websites têm o Google Analytics Errado!!!

#6 -Como é o dia a dia do Google Analytics

O GA é uma ferramenta de Business Intelligence, inclusive existem muitas plataformas de BI que integram com o GA. A informação também pode ser providenciada através de alertas, no caso de alguma coisas sair fora do normal.

Alta Gest√£o

Enquanto é normal um CEO acompanhar os KPIs numa base mensal ou quinzenal, o Diretor de Marketing acompanha semanalmente o que se está a passar.

Não se pode dizer que exisa um template de informação, porque ela depende da estratégia e das táticas aplicadas.

admi icon

Executantes

√Č poss√≠vel que estes acompanhem o desempenho diariamente. Por exemplo um SEO pro, equanto est√° a intervir numa p√°gina, vigia as outras p√°ginas para saber qual a proxima iniciativa com maior rentabilidade para o neg√≥cio.

wordpress seo yost
 CRO expert
O seu objectivo √© aumentar as taxas de convers√£o, descobrir novas oportunidades. Isso √© feito em rotina, atrav√©s de segmenta√ß√Ķes, AB testing, relat√≥rios espec√≠ficos, estudos de mercado.
conversao google analytics ecommerce

Consultoria Google Analytics nas Empresas

Garantia dados Limpos

Dados descontaminados, e filtrados de acordo com os mercados.

Registo de Eventos

Cliques, formul√°rios, videos, visualiza√ß√Ķes,…

Dimens√Ķes e KPIs

Captar informação para além do standard.

Segmentação

Configuração e análise da rentabilidade.

Relatórios e Dashboards

Através do Business Intelligence, Google Data Studio.

Otimiza√ß√Ķes e Personaliza√ß√Ķes

Ligar a informação às iniciativas.

#7 - Quanto é que custa um analista Google Analytics

Referencia Avinash Kaushik

Seguindo a regra de um dos top leaders da √°rea do web analytics (Avinash Kaushik), deve-se seguir a regra dos 10% custo das plataformas e 90% dos analistas.

Manifesto

O que é que eu acho?

Existe uma separação entre a configuração e o serviço continuo.

 

 

Oferta no B√°sico

Um serviço de configuração básico, oferecido na reunião de apresentação, apenas comporta a configuração no Google Analytics e não é testado.

 

Plano e Configuração

Um set up depende da configuração. Se for um enhanced ecommerce, se é com programador (no caso do cliente não pretender manter o seu),  como é que o planeamento é feito.

O serviço mais complicado, foi em bundle com outros serviços e não posso especificar.

Normalmente, se existe uma auto estrada, que facilite os meus servi√ßos, um neg√≥cio B2B em WordPress, uma configura√ß√£o completa com plano de marketing digital, atinge os ‚ā¨500.

 

Otimização a empresas médias

Um projecto de otimiza√ß√£o, pode ser do mais simples, com um fee mensal de ‚ā¨300, at√© a projectos com v√°rias¬† otimiza√ß√Ķes AB testing e personaliza√ß√£o por ‚ā¨900 m√™s.

 

Otimização a pequenas empresas

Normalemente estas empresas não têm o marketing digital devidamente estruturado, pelo que é corrente oferecer serviços conjuntos, combinação: OTIMIZAÇÃO + SEO + MANUTENÇÃO + AUTOMATION + CONTEÚDOS + SOCIAL

Liga j√° ao Especialista Google Analytics

Ajudo as empresas a orientar marketing onde ele é mais rentável.

Artigo
Google Analytics o que é e para que serve
Titulo:
Google Analytics o que é e para que serve
Descrição
Entenda para que serve o Google Analytics e como é uma ferramenta de gestão para quem tem um website.
Autor:
Good Intelligence
Back To Top