Como usar o neuromarketing para tornar visitantes em clientes?

Neuromarketing é considerada uma área em que se estuda e compreende fatores de influência em consumidores durante a decisão de compra.
Como usar o neuromarketing para tornar visitantes em clientes

Você já parou para pensar o que faz o consumidor comprar determinado produto?

Na maioria das vezes não existe a necessidade de compra naquele momento, mas, o Neuromarketing faz com que o cenário mude por completo.

De antemão, essa estratégia une o marketing e a neurociência para deduzir o comportamento do consumidor e identificar impacto emocional sobre o produto.

Está curioso para saber como utilizar o neuromarketing?

Leia este artigo até o final!

Indíce

O que é neuromarketing?

Neuromarketing é considerada uma área em que se estuda e compreende fatores de influência em consumidores durante a decisão de compra.

Com essa estratégia é possível ativar técnicas e métodos que trarão benefícios para a empresa.

Seu objetivo principal é compreender o que motivou o processo de compra, com base em emoções, apurando e analisando os impactos que a mensagem transmitida pela marca irá causar no subconsciente.

Além disso, pode ser observado

Como funciona o neuromarketing?

Na prática o neuromarketing, é um estudo realizado com rastreamento ocular, frequência cardíaca, respiração e atividades cerebrais.

Considerado de alto custo, os resultados das pesquisas já divulgadas podem ser reutilizados.

A área estuda como o cérebro humano reage a alguns estímulos, que tem como foco despertar o desejo da compra.

Através disso as empresas conseguem se posicionar melhor dentro do mercado.

Contudo, esses estímulos são provocados por imagens, cores, fotos, vídeos e outros elementos visuais.

Como usar o neuromarketing para tornar visitantes em clientes? 1

Como o neuromarketing fideliza os clientes?

A fidelização de clientes é uma etapa bastante importante para qualquer negócio.

O neuromarketing atua nesse processo através do neurônio espelho, que nada mais é do que o cliente produzir na sua marca o ideal para ele.

Essa técnica de neuromarketing não é novidade, existente antes mesmo da internet já ajudava na fidelização de clientes.

Com o avanço do entendimento cerebral, a ciência acompanhou e também evoluiu.

Algumas estratégias podem ser úteis durante a fidelização:

  • Invista em imagens diretas e impactantes;
  • Utilize propagandas que humanize a relação entre consumidor e produto;
  • Use frases ou palavras que ativam sentimentos e emoções, juntamente com cheiros agradáveis;
  • Aposte em números quebrados como o 0,99. Promove a sensação de menor valor.

Vantagens do uso do neuromarketing

Pode ser utilizado para ajudar no marketing, nas ações nas redes sociais e consequentemente atrair novos consumidores.

A maior vantagem do Neuromarketing fica por conta do preenchimento de lacunas que são deixadas pelos métodos tradicionais do marketing, afinal o neuromarketing fornece informações de uma maneira eficiente.

Além disso:

  • Analisa as emoções dos clientes de uma forma real;
  • Estreita reações diante de um anúncio;
  • Promove uma visão certeira do subconsciente.

Incrível essa estratégia, não é mesmo?

Lembre-se, é necessário realizar testes para saber o que funciona para o seu público-alvo.

Impacto do neuromarketing nas vendas

A implementação do neuromarketing melhora os resultados da sua empresa.

Ele entende o que influencia seu consumidor fazendo com que ele realize a compra.

Nas vendas, pode ser aplicado visando deixar as marcas mais próximas dos clientes e assim, aumentando as vendas, tudo isso só é possível com a criação de estratégias para que as pessoas lembrem da sua marca.

3 técnicas do neuromarketing:

As técnicas de neuromarketing vêm sendo usadas há mais de uma década, ela impacta tanto no marketing quanto no branding das marcas auxiliando as pesquisas de mercado.

 

Seu uso correto pode aumentar as suas estratégias de venda, focando no que o consumidor busca.

Veja a seguir 3 dessas técnicas:

#1 Psicologia das cores

É um estudo que busca entender o comportamento humano em relação às cores.

No neuromarketing, identificar os gatilhos dos clientes sobre uma cor, auxiliando na transmissão de novas informações.

#2 Storytelling

O termo Storytelling, consiste em contar histórias interessantes que sejam envolventes e persuasivas.

Quando aplicado junto ao marketing auxilia nos anúncios publicitários, histórias em formato de vídeo, posts em redes sociais e textos de blog,

#3 Gatilhos mentais

Podem ser considerados agentes externos capazes de provocar reação nos consumidores, ou seja, estímulos que agem diretamente no cérebro.

Saber utilizar esses gatilhos no neuromarketing, é sem dúvidas uma ótima forma de persuadir e assim gerar resultados significativos para as vendas.

Sendo assim, podemos concluir que o neuromarketing pode e deve ser aplicado.

Seus impactos proporcionam um cliente mais próximo de marcas, o que aumenta as vendas e proporciona novas experiências.

Ademais, influenciar compradores na decisão de compra é uma tarefa nada fácil.

Portanto, não deixe de acompanhar seu público e busque sempre estudar as estratégias que possam valorizar a sua empresa.

Autor(a):
Partilhe este artigo:

Somos especialistas em aumentar as taxas de conversão nas várias fases do funil de vendas.

Recebe novidades
Enviamos no máximo uma vez por trimestre

Sem spam, pode remover-se em qualquer momento.

Pedido de informações // contato

Seremos rápidos a devolver-lhe o pedido