skip to Main Content

Poucas empresas portuguesas se preocupam com a concorrência. Culturalmente, ou pensam que há espaço para todos, receio de acordar o inimigo, olhar apenas para si próprio, seja o que for.

Neste artigo, dizemos claramente, que os Espanhóis estão a ganhar a guerra, quer por fatores externos, por culpa dos governos, quer por fatores culturais, que dos próprios gestores.


 Fatores Externos: no World Forum estamos em 42º 

Com quem a nossa economia compete? para onde vão as importações e as exportações?  oportunidades? devido a fatores externos às empresas, a concorrente direta, a Espanha ocupa a 34ª posição, e isso afeta as empresas portuguesas.

 


#1 – Este estudo é na prespectiva externa das Empresas – 12 factores

Num inquérito doing business, um dos maiores problemas é a ineficiência administrativa , a seguir são os impostos, depois a instabilidade regulativa.

competividade da economia portuguesa

Num inquérito doing business, um dos maiores problemas é a ineficiência administrativa , a seguir são os impostos, depois a instabilidade regulativa.

 


#2 – A sorte da primavera árabe e o silencio espanhol

O turismo tem impulsionado a economia, mas isso deve-se ao fato de uma grande parte o mercado do sol, ter sido redirecionado dos países afetados. Em termos de competitividade, é notório a dependencia das empresas espanholas, onde em 2016, o déficit foi 7,5 biliões. China qual quê.

 


#3 – Voam outra vez dinheiros da Europa, Portugal 2020

Esses dinheiros não vão aumentar a competividade relativa. Pela forma como estão distribuidos, pela forma como estão atribuidos, pela forma como são pedidos.

  • Por exemplo, existe uma grande fatia dos 25 biliões do Portugal 2020 que vai para o Estado.
  • Por exemplo, fazem-se planos de negócios a empresas que não têm a minima capacidade de os executar.
  • Por exemplo, muitas empresas apresentam projectos, como se fossem “lá buscar” dinheiro.

Para se tornar competitivo, deveriam haver menos aprovações de projetos (quantidade) e mais valor investido por cada projeto (qualidade) com acompanhamento. Neste momento, como está, quase tudo vai acabar por se dissolver.

 


O problema cultural Português

Nós gostamos muito de gabar dos nossos recursos humanos. É um fato, diz-se que somos bem vistos. Mas na prática quando entramos nos processos de decisão, a falta de pragmatismo impera.

concorrencia cultural portugal e espanha

Portugal a azul, segundo o estudo Hofstede,  temos metade da orientação a longo prazo do que os espanhóis. O individualismo, para si e sua própria família, é em oposição ao coletivo. A masculinidade revela que os espanhóis são um pouco mais competitivos.

Numa reunião em Espanha, as coisas vão diretas ao assunto. Em Portugal, existe uma hora de mitigação e corre-se o risco de não haver decisão firme.

 

Aviso: salários baixos não aumentam a competividade

A tendência para se baixarem salários (-6%), prejudica a capacidade das empresas concorrerem. Se trabalha com salário de sobrevivência, não existe espirito profissional. Se abaixo da média da concorrência, os melhores recursos saltam para fora.

Isto é uma chamada de atenção para a tendência dos salários estarem a baixar em Portugal, ao mesmo tempo que se aumentam as qualificações.

 


Olhando para o espirito competitivo do Gestor Português

O Empresário deve ter um olho no mercado e outro na concorrência. Na concorrência, é no âmbito de ocupar espaços de mercado, de fazer melhor produto ou serviço que a concorrência, de fazer melhor marketing, de ser melhor nas vendas, de estar atento às inovações.

O que não é competitividade:

  • guerra de preços não sustentadas pela produtividade;
  • baixar salários ou aumentar horas de trabalho;
  • espreitar o concorrente, apenas para criticar;
  • combinar os espaços de mercado com concorrencia;

 

O que é competividade:

  • procurar as melhores pessoas;
  • mecanismos de vigilância da concorrência;
  • atenção às inovações;
  • estratégia de negócio;
  • mecanismos e táticas de reação;
  • marketing e vendas diferenciadores.

 

 


Eficiência

Através das a empresa irá reduzir os seus custos de produção, podendo alternativamente baixar os preços ou aumentar a rentabilidade.

Qualidade

A implementar um sistema que permite sistematicamente saber se responde à satisfação do cliente e garantir um padrão constante de produto/serviço.

Variedade

Uma questão que influencia a escolha dos seus produtos/serviços e que é considerada fundamental na nossa intervenção.

Tempo

O cliente avalia o sempre o tempo com que se relaciona com o produto/serviço.

Back To Top